domingo, setembro 10, 2006

Qual a opinião?

Qual é a opinião?

Ultimamente os ataques praticados pelo PCC têm gerado um grande debate. A grande mídia cobre os fatos cobrando ações "enérgicas" dos governos, e, é claro, aproveitam para fazer sensacionalismo, também. Estabeleceu-se a seguinte dúvida entre alguns daqueles chamados "formadores de opinião", que só ostentam esse nome por manipular, que é sinônimo para formador de opinião: qual a opinião das pessoas da periferia com relação ao PCC? Confesso que, se não houvesse ataques aos meios de transporte, talvez a facção tivesse mais apoio entre os moradores da periferia; quando as pessoas se viram privadas do seu principal meio de transporte, passaram a desaprovar, em maior número, os ataques; e a vitimização de policiais militares, com todo apelo emocional da mídia, expondo suas vidas e famílias, também contribuíram para a desaprovação.
Vivemos numa grande cidade com uma grande sensação de insegurança. Não é preciso ter um carro zero e muito dinheiro para sentir insegurança, basta sair pelas ruas;e quando estamos na periferia, muitas vezes nem aqueles que teoricamente poderiam nos defender o fazem. Com esse clima, a população, da periferia inclusive, tende a desaprovar atos que gerem mais violência.
O espaço, portanto, está aberto para opiniões

Nenhum comentário: