terça-feira, dezembro 27, 2005

Esse foi a grande estrela da noite entre os milhares de artistas:
poetas, poetisas, escritores de livros ou de meios de comunicação... na noite da premiação

Mano Brown compareceu e também foi premiado.


Alguns dos integrantes da equipe becos e vielas a voz da periferia pousaram pra foto com muito orgulho ao lado do nosso prêmio.

Tentaram fotografar a equipe do Becos e vielas na hora de receber o prêmio, mas o fotografo estava em um lugar bem desfavorecido.
Alguns dos premiados da cooperifa e leitores do becos e vielas puderam receber a mais recente edição do jornal nesse dia cheio de emoção.

Marcio Batista distribui livros durante a entrega dos prêmios. Em festa de poetas não podia faltar livros.

Professores e alunos da escola Zacarias falam da importancia de uma formação social e agradecem pelo prêmio que a escola recebeu.

Para dar uma relachada o pessoal do Espirito de Zumbi fez uma festa, tocando e fazendo o público dançar.

Percebendo como a perifa esta repleta de artistas, escritores, iniciativas evulucionárias não podia faltar o Ferrez que também participou da premiação.


Algumas das personalidades da literatura marginal ganhando seu prêmio

Elizandra Batista ganhando o prêmio cooperifa pela produção do fanzine Mjiba e por sua poesias


O bar do Zé Batidão estava lotado. A comunidade marcou presença na premiação

Carlos Gianazzi falando da construção da universidade federal na nossa quebrada

segunda-feira, dezembro 26, 2005

DICA DE LEITURA 2

Seguindo na mesma linha do texto abaixo, uma outra boa opção de leitura é a revista semanal Carta Capital, que, como já está no texto abaixo, foi concebida por Mino Carta, o entrevistado da edição de Dezembro da revista Caros Amigos.
Carta Capital segue por rumos diferentes dos adotados por Veja, Época e Istoé. Não tem como preocupação principal atacar o governo do presidente Lula e todos aqueles que são ou simpatizam-se pela esquerda e movimentos sociais.
Portanto é uma outra boa opção de leitura. Fica a dica.
A revista é semanal e está nas bancas ao preço de 7 reais.

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Dica de leitura


A revista Caros Amigos – recém premiada pela Cooperifa – traz como Entrevista Explosiva de 6 páginas na edição de dezembro o criador da revista Carta Capital, o italiano Mino Carta com suas criticas ferozes.
Ao ser perguntado o que sobra sendo que, a esquerda não presta e a direita também não, ele responde: “Meu querido, temos uma elite que é a pior do mundo. Não existe coisa pior”.

Sobre a grande mídia: “A mídia está mais ligada ao mercado do que ao empresariado. A mídia está ligada ao dinheiro”.

E desce a lenha:“(...)a Marta Suplicy transformou uma avenida que se chamava Águas Espraiadas (...), num conjunto Roberto Marinho . Então, sabujos não são somente os jornalistas, são todos”



A revista ainda contém uma coluna de Ferréz, fundador da 1dasul, nessa edição, com um texto explicando como é difícil trabalhar com cultura em parceria com a prefeitura de São Paulo.

Custa R$ 7,90 e é fácil de ser encontrada nas bancas

quinta-feira, dezembro 22, 2005

1° PRÊMIO COOPERIFA FECHA O ANO COM CHAVE DE OURO(fotos em breve)

O Bar do Zé Batidão, abrigo dos saraus da Cooperifa (Cooperativa de Artistas da Periferia) no Chácara Santana teve um brilho diferente nesta última quarta- feira, 21/12. Foi a entrega do 1° Prêmio Cooperifa e aniversário de 4 anos da organização que está crescendo a cada dia. Incluindo entidades, personalidades e organizações, foram mais de cem premiados, tendo como único critério, a participação efetiva para a evolução da periferia. Entre eles, Dexter (Sem palavras, quem estava lá, sabe), Mano Brown, Ferréz e a Literatura Marginal, Associação Zumaluma, Panelafro da Casa de Cultura M’ Boi Mirim, Centro Cultural Monte Azul, Alessandro Buzo, revista Caros Amigos, jornal Becos e Vielas e todos os artistas da cooperativa.
As pessoas lotaram o bar e tomaram conta da rua onde os ganhadores do prêmio eram exibidos num telão imenso. Os abraços e sorrisos estampados no rosto dos sofredores deixaram explícito o orgulho por participarem da confraternização. Como o rapper Sales SRVA: “É como se toda a comunidade estivesse recebendo o prêmio, porque eu sou da comunidade”, complementa: “Quero sair das palavras e ir para ação”.
André Caramante, jornalista do jornal Agora SP, disse que atitudes como essas fazem parte de uma guerrilha para um mundo melhor. Porque para o sistema, pobre pegar em livros é como se fosse um tiro.
Parabéns ao Sérgio Vaz, Márcio Batista, Marco Pezão e a todos os organizadores do evento, e como diz o poeta José Neto: “Sou da periferia sim. E daí?!”

Confira todos os premiados em: www.colecionadordepedras.blogspot.com
Rogério Pixote – Becos e Vielas Z/S A Voz da Periferia - umpixote@hotmail.com
Telefone: 3453 0433






quarta-feira, dezembro 21, 2005

MTST Inicia greve de fome


Em resposta a reintegração de posse da ocupação Chico Mendes (Taboão da Serra), que foi marcada para ser efetuada a partir do dia 21 de dezembro, quarta-feira, militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam a sede da CDHU na sexta-feira 16/12, e iniciaram uma greve de fome no domingo 18/12 em frente a casa do presidente Lula, em São Bernardo do Campo.
Ao longo de dois meses e meio, para fazer cumprir a função social daquela propriedade, a ocupação Chico Mendes resistiu em todos os sentidos: exigiu do poder público o direito à moradia através de mobilizações, ações simbólicas, atividades culturais, comunicados retrucando os ataques realizados pela grande mídia, vigílias em frente a prefeitura e todos os recursos judiciais possíveis. Com a ocorrência da reintegração, o terreno voltará a ser aquilo o que era antes: palco de estupros, assassinatos e novamente um terreno abandonado à mercê da especulação imobiliária.


Centro de Mídia Independente - 20/12/2005, http://www.midiaindependente.org/
http://www.mtst.info/

quarta-feira, dezembro 14, 2005

Ganu na represa de Guarapiranga. Produção do Becos Mural julho2003/foto:Francielle Jordânia

Literatura, música e dança

Ontem (13/12), foi o lançamento do livro Cadernos Negros Contos Afro-Brasileiros vol 28. Ademiro Alves (Sacolinha), Allan da Rosa, Conceição Evaristo, Cuti, Décio de Oliveira, Esmeralda Ribeiro, Fausto Antônio, Helton Fesan, Lia Vieira, Márcio Barbosa, Oubi Inaê Kibuko, Rubens Augusto, Sergio Silva, Sidney de Paula Oliveira e Tico de Souza. Os autores falaram do resgate da cultura e da história afro-brasileira.Teatro, música, dança e muitos griots(termo africano referente aos sábios).
Quem esteve no Trianon Masp, se sentiu dentro de um quilombo, chamado “Quilombhoje”. Axé aos Quilombolas!"

Por Robson Canto

FESTA DE QUASE FIM DE ANO DO BAR DO BINHO

.A festa será no Mestiço a partir das 22:00 hs até o dia raiar, com apresença da Banda MORRO TRIBAL e DJ MERCE. Você não pode perder.O ingresso vai ser 10,00 ou 7,00 reais antecipado com direito a café da manhã.Maiores informações com a Suzi ( 5844-6521 ).

PRÓXIMO DA PRAÇA DO CAMPO LIMPO

DEFENSORES DE DIREITOS HUMANOS

Na 4ª feira, 14 de dezembro de 2005, às 18:30h, será realizada uma Audiência Pública na Assembléia Legislativa com a Representante Especialda ONU sobre Defensores de Direitos Humanos. Serão ouvidos durante a audiência depoimentos sobre a criminalização dos movimentos sociais, a impunidade frente às violações aos direitos humanos e a situação dos defensores afrodescendentes, das mulheres, entre outros temas.A Representante Especial do Secretário Geral da ONU sobre Defensores deDireitos Humanos, Sra. Hina Jilani, estará em São Paulo nos dias 14 e 15de dezembro de 2005, como parte de sua visita oficial ao país.A finalidade da visita é verificar in loco a situação dos defensores dedireitos humanos que vêm sofrendo qualquer tipo de coação ou ameaça durante o exercício de suas atividades.As informações e relatos coletados integrarão o Relatório a serapresentado em 2006 à Comissão de Direitos Humanos da ONU incluindo recomendações ao Governo Brasileiro.
Integrantes de movimentos sociais e organizações da sociedade civil,jornalistas, acadêmicos e funcionários públicos que tenham sofrido ameaças como conseqüência de suas atividades como defensores dosdireitos humanos estão convidados a assistir à audiência. Considerando que o tempo da audiência é muito escasso, se propõe que as informaçõespara a Representante Especial sejam entregues por escrito.

Assembléia Legislativa do Estado de São PauloAv. Pedro Álvares Cabral, 201 - Plenário Teotônio Vilela4ª feira, 14 de dezembro de 2005.


ACAT - Ação dos Cristãos para a Abolição da Tortura
Cedeca - Sapopemba
Associação de Apoio às Meninas e Meninos da Região Sé - Centro de Defesados Direitos da Criança e do Adolescente da Região Sé
Centro de Mídia Independente - CMI
Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Estado de SãoPaulo
CONDEPE - Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana(CONDEPE/SP)Conectas Direitos Humanos
CTV - Comissão Teotônio VilelaInstituto Pro Bono
Movimento Negro Unificado
Pastoral Carcerária

segunda-feira, dezembro 12, 2005

SAIU MAIS UM BECOS!!!!!!!!!

Já está pelas quebradas a edição número 7 do Becos e Vielas, com tiragem de 5 mil exemplares e distribuidos gratuitamente.
Nesta edição:

PERFIL
Dona Maria do Pé de Bola, time de futebol do Jd. Nakamura

CRISE POLITICA
Entenda o que o Jornal Nacional não explica

MOTOBOYS
Arriscando a vida para sobreviver

REFERENDO
A confusão do sim ou não

MORADIA
Casa X Barraco

RELIGIÃO
A hstória dos evangélicos

LITERATURA MARGINAL
Reunião de artistas da periferia

TABAGISMO
Você consome o cigarro ou o cigarro te consome?

Informações sobre como conseguir um exemplar. Ligue: 5831 5954 (seg-sexta a tarde)

CADERNOS NEGROS

Dia 13,dezembro, terça-feira, 19 horas Festa de lançamento do livro CADERNOS NEGROS 28, contos afrobrasileiros
Local: MASP – Av. Paulista - Metrô Trianon Entrada franca - Informações no site: www.quilombhoje.com.br - Cadastro.
Veja as fotos dos volumes 26: http://www.quilombhoje.com.br/cn26-album/index.htm

quinta-feira, dezembro 08, 2005

A FAVELA INVADE O ASFALTO

1º PRÊMIO COOPERIFA


DIA 21 DE DEZEMBRO (QUARTA-FEIRA) 19HS30

O SARAU DA COOPERIFA VAI COMEMORAR 4 ANOS DE RESISTÊNCIA CULTURAL E PRA COROAR O ANO ELA VAI PREMIAR TODOS AQUELES QUE DIRETA OU INDIRETAMENTE CONTRIBUIRAM PARA UMA PERIFERIA MELHOR.

O CRITÉRIO? NENHUM.SEGUE ABAIXO OS PREMIADOS, CONFORME OS FREQUENTADORES DO SARAU:

LITERATURA:

MARCO PEZÃO

MÁRCIO BATISTA

ADILSON LOPES

SÉRGIO VAZ

ALESSANDRO BUZO

ALLAN DA ROSA

AUGUSTO

BIG RICHARDS

BINHO

DINHO LOVE

HELBER

LADISLAU

ERTON DE MORAIS

JOSÉ NETO

KENIA

MARCIO (CAVALO DE PAU)

SANDRA ALVES

PILLAR

SAMANTA PILLAR

ROBERTO FERREIRA

SACOLINHA

VALMIR VIEIRRA

WILMA (NEGRA DRAMA)

PROFESSORA LU

PROFESSORA LILI

TEREZA

PAULA

PRETAROSE (ESPÍRITO DE ZUMBI)

JUNIOR

MAVORTISIRC

MARCELO BESO

HARUMISEU

LOURIVAL

NATÁLIA

CAZULO

MARINHO

ELIZANDRA

TONI (HIP HOP A LÁPIS)

EULLER ALVES

MAURICIO MARQUES
SÔNIA PEREIRA


PERSONALIDADES IMPORTANTES:

ASDUBA

MARCELO RIBEIRO

ROSE (MUSA DA COOPERIFA)

FAMÍLIA RETRÃO

DRA. ELIZABETH TAKASE

PACO PRODUÇÕES

TAVINHO
PAULO MAGRÃO (CAPÃO REDONDO)

PROJETOS:

SAMBA DA HORA

SAMBA DA VELA

RASTILHO DA PÓLVORA (ITAU CULTURAL)

CD DA COOPERIFA (ITAU CULTURAL)

FERREZ (LITERATURA MARGINAL)

MAGRELA´S BIKE

RAINHA DA PAZ

MONTE AZUL

BLOCO DO BECO

CASA DOS MENINOS

ZÉ BATIDÃO

RICARDO (PERUEIRO)

PROF. CARLOS GIANNAZI (UNIVERSIDADE PÚBLICA)

JEFERSON DE (PRODUTORA BARRACO FORTE)

MARIO BIBIANO (ARTES PLASTICAS)

ALI SATI (EMPRESA AMIGA)

PROF. NILTON
BIBLIOTECA ZUMALUMA
MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO
ITAPOESIA

AUTOR NA PRAÇA

EVENTOS:

PONTE PRETA (FESTA DO DIA DAS CRIANÇAS)

PANELAFRO (CASA DE CULTURA M´BOI MIRIM)

LEIA LIVROCASA DAS ROSAS

BODÃO

TEATRO:

GRUPO CAVALO DE PAU

MANICÔMICOS

AÇÃO E ARTE

ZEZÉ MOTA (ATRIZ)

MÚSICA:

CARLOS SILVA

VERSÃO POPULAR

ZÁFRICA BRASIL

GRUPO 2HO

PERIAFRICANIA

PH BONE

SABEDORIA DE VIDA

DINEY DO GUETO

BANDA VARAL

FÁBIO

SALES

FERNANDINHO BEAT BOX

WESLEY NOOG

THAÍDE

MANO BROW

LEANDRO LEHART

GRUPO PAPO DE FAMÍLIA

GOG

AFRO-X

DEXTER

A FAMILIA


JORNALISMO:

BECOS E VIELAS

REVISTA CAROS AMIGOS

GAZETA DE TABOÃO
JORNAL HOJE (TABOÃO)

REVISTA RAP BRASIL

PROGRAMA PROVOCAÇÕES

SP COMUNIDADE (SPTV)

ESTAÇÃO HIP HOP

SITE REAL HIP HOPSITE

BOCADA FORTE

FOTOGRAFIA:

EDUARDO TOLEDO

EDUCAÇÃO:

ESCOLA MAURO FACCIO ZACARIA (TEVE A CORAGEM DE LEVAR OS ALUNOS NO SARAU)MAIS INFORMAÇÕES: http://www.colecionadordepedras.blogspot.comf.9333.6508/

APOIO CULTURAL: EUROTUR TURISMO

Roda de Samba

Última Roda de Samba do ano na Casa de Cultura.
Dia 10/12/2005 , sábado , a partir das 19:00 hs.
Endereço: Av. Inácio Dias da Silva , s/n , Piraporinha (ao lado do Sacolão)
Entrada franca
Venha sambar!

NATAL NA FAVELA DO INFERNINHO

ESTAREMOS FAZENDO A ENTREGA DOS BRINQUEDOS PARA AS CRIANÇAS DE NOSSA COMUNIDADE, FAVELA DO INFERNINHO, JD. SANTA TERESA EMBÚ DAS ARTES.
LOCAL: VIELA DA CULTURA Nº77A
PARTIR DAS 11H DA MANHÃ.
TODOS ESTÃO CONVIDADOS, MAIORES INFORMAÇÕES NO TEL:4782-5532FALAR COM VULTO, SINVAL OU BISTURY.

"RIQUEZA NÃO É O QUE TEMOS, MAS SIM O QUE SOMOS"

ASSOCIAÇÃO ZUMALUMA

PROJETO AÇÃO E ARTE 2005

Mais que um projeto para o teatro. Um projeto de vida.

Venha assistir os espetáculos da temporada 2005 do Projeto Ação e Arte, e ver que o talento dessa galera vai muito mais além do palco.

Ação e Arte Mirim apresenta:

SE O ANACLETO SOUBESSE

AVIDA DE LUCAS

UM CONTO DE FADAS AS AVESSAS

dia 11/12/05, domingo - 15h
Rua Guilherme de Poitiers, 35 - Jd. Santa Margarida - Entrada franca



Ciarte Sanfra apresenta:

DANIEL, VITIMA DO SISTEMA
dia 11/12/05, domingo - 20h
Rua Martinho Jacob Kremer, 379 - Jd. São Francisco - Entrada franca

terça-feira, dezembro 06, 2005

NÓS CONTRA NÓS MESMOS.

Há duas semanas a França viu-se num momento delicado, onde jovens das periferias do país saíram às ruas ateando fogo aos carros, expressando descontentamento com a situação social em que vivem: discriminação racial, falta de emprego, enfim EXCLUSÃO, nada que nós, periféricos do Brasil, não conhecemos. Mas aqui em nosso país, ainda não fomos às ruas atear fogo nos carros como forma de protesto, somos, de certa forma, "comportados"... ´
Na noite de terça – feira, 29/12/2005, um fato chocante nos abalou. Um ônibus da rede de transporte público do Rio de Janeiro foi atacado por um grupo de pessoas, e essas pessoas atearam fogo ao ônibus, que estava com passageiros. Resultado: 13 pessoas gravemente feridas, e 5 mortas. A grande mídia tem dado destaque ao fato, e, segundo notícias publicadas por ela, as motivações para o ataque foi a morte de um traficante.
É difícil compreender um ataque como este... As vítimas, em sua grande maioria, eram trabalhadores, pessoas que vivem o dia-a-dia na correria, pois precisam sobreviver dentro de nosso sistema. Não quero deixar a impressão de que, se o ataque tivesse sido contra "burgueses", seria correto... NÃO! Não é esse o raciocínio. Mas, num momento como este, onde restam resquícios e cinzas da REVOLTA de jovens franceses, que foram às ruas abalar os valores da pseudo-sociedade em que vivem, e, em nosso país, onde temos motivos de sobra para sairmos às ruas ateando fogo não só em carros, mas em instituições também, um grupo de pessoas da periferia carioca praticam ataque a um ônibus, vitimando pessoas que vivem o dia-a-dia equilibrando-se para manterem-se na sociedade em que vivem. Por isso o título: NÓS CONTRA NÓS MESMOS! E isso é inadmissível.
No Iraque, a resistência tem vitimado seus próprios patrícios. Os ataques que são às tropas invasoras norte-americanas têm feito como vítima maior o povo iraquiano... Basta ver os noticiários, mesmo que distorcidos, para tomarmos contato com os números de iraquianos vítimas dos ataques. Neste caso, são ELES CONTRA ELES MESMOS. (A questão iraquiana é muito complexa, e, portanto, difícil de ser tratada).
Portanto, as cinzas restantes da revolta não podem ser as nossas...

PLENÁRIA DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DA SUBPREFEITURA 2005

VENHA VER DE PERTO O QUE ESTÁ SENDO FEITO PARA O SEU BAIRRONA REGIÃO DA SUBPREFEITURA DE M´BOI MIRIM

Lideranças comunitárias, UBS, EMEI, EMEF, CEI e coordenadorias, venham verde perto o que está sendo feito para o seu bairro. Vocês estão convidadospara perticipar da:
PLENÁRIA DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DA SUBPREFEITURA 2005.
Sua presença é muito importante. Compareça.

data: 8 de dezembro às 09h
local: Clube Atlético Indiano - Av. Francisco Nóbrega Barbosa, 411 Pq. Alvesde Lima
Serviço Social Bom Jesus
Clube da Turma M´Boi Mirim 5834-2269

quinta-feira, dezembro 01, 2005

O supremo castigo

Em todos os aeródromos, em todos os estádios, no ponto principal de todas as metrópoles, existe - quem é que não viu? - aquele cartaz...

De modo que, se esta civilização desaparecer e seus dispersos e bárbaros sobreviventes tiverem de recomeçar tudo desde o princípio - até que uma dia também tenham os seus próprios arqueólogos - estes hão de sempre encontrar, nos mais diversos pontos do mundo inteiro, aquela mesma palavra.
E pensarão eles que Coca-Cola era o nome do nosso Deus!


Juliana Ferreira

segunda-feira, novembro 28, 2005

De blá, blá, blá o Orkut tá cheio!
Comunidade Becos e Vielas, o lado "marginal" na internet
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=4935267

"Toda a catedral é populista, é pop, é macumba pra turista"

O que me fez escrever sobre isso foi uma situação que vivi ontem. Depois de assistir o filme Manderley, de Lars von Trier, fui digerir as sensações causadas pelo filme em frente ao Parque Trianon. Sentei-me bem em frente a uma estátua situada na calçada do parque.

Fiquei um tempão observando que ela chamava a atenção da maioria dos pedestres que ali caminhavam. Algumas olhavam rapidamente, outras se aproximavam para observar melhor, umas mais curiosas tentavam saber quem era aquele homem ali artisticamente representado.

Teve um momento em que um grupo de pessoas se aproximaram curiosas. Eram 2 mulheres, 2 homens e 2 crianças. Os adultos colocaram as crianças aos pés da estátua para tirarem uma fotografia. Tive a impressão que aquela estátua ia esmagar as crianças, felizes e contentes, a qualquer momento.

Não consegui saber quem era aquele homem que está lá estático, heroicamente representado e que, imperativamente obriga os transeuntes a dedicar-lhe um olhar de contemplação. Mas, certa vez um amigo meu disse que, se não me engano, Walter Benjamim, por sua vez, disse que "todo monumento é uma homenagem a barbárie."

De lá pra cá, de estátuas a nomes de viadutos que vejo, remetem ao que meu amigo falou. É certo que não é em 100% dos casos que a observação de Benjamim deve ser colocada, entretanto, com meu pouco e precário conhecimento de monumentos ou coisas parecidas posso afirmar que em 90% dos casos funciona.

Um dos exemplos que posso dar é de quando conheci a Basílica de São Pedro, no Vaticano, com suas estátuas de mármore dedicadas a papas sanguinários e a crenças que nem Maquiavel acharia justas para a humanidade. Outro exemplo é um Obelisco a Mussolini e inscrições que o louvam em frente ao Estádio Olímpico construído por ele, em Roma, durante seu regime fascista.

Percebo que nossa civilização dedica-se fielmente em manter-nos, diariamente, conscientes dos processos, fatos e feitos, que recorremos para sua construção e manuntenção. Senti vontade de fazer uma pintura surrealista naquela estátua branca mas, infelizmente, não foi possível porque eu não tinha meios e nem capacidade de realizar meu desejo.

Não é querendo dar lição de moral: mas, pense muito bem antes de tirar fotos sorridentes ao lado de estátuas imponentes...


Juliana Ferreira

sexta-feira, novembro 25, 2005

LEI SECA NA PERIFERIA DE SÃO PAULO

A subprefeitura de M`Boi Mirim, zona sul da capital paulista, lançou o chamado Pacto da Paz, ou Lei Seca como alguns chamam. O projeto visa o fechamento dos bares às 22h, com a intenção de reduzir a violência, segundo o discurso de José Serra durante a 10ª Caminhada pela Paz no Jd. Ângela e pretende abranger toda a periferia da cidade.

“Segundo o Ministério Público, 91% dos assassinatos na zona sul ocorrem a 100 metros de um bar”

O Ministério também deveria saber que praticamente a cada 100 metros existe um bar na periferia, ou seja, qualquer lugar que você morrer na quebrada será próximo a um boteco.

O Becos conversou com alguns donos de bares da região e com alguns freqüentadores para saber o que eles acham dessa medida.

O Bar do Mangue, na Avenida Guarapiranga, um dos picos mais movimentados da região, foi reaberto após 4 meses. Erli Ferraz da Silva, 38 anos, o responsável pelo bar, diz que fechou por causa dos vizinhos que entraram com processo na Prefeitura incomodados com o barulho e não por violência no local.
Fábio de 26 anos, morador do Jd. Alfredo e freqüentador do Bar do Mangue, complementa: “Nunca tive que correr daqui por causa de treta. Uma vez um cara puxou o revólver, mas aí trocaram uma idéia e apaziguou a fita, entendeu? Só quando era lá em frente do Vicente (escola pública no Jd. das Flores) é que mataram um cara na rua, mas é outra fita. Aqui na pracinha eu colo há uns 2 anos, de boa. As bebidas são boas e gasto bem menos do que gastaria na Vila Madalena.”
Fábio diz que quando o Mangue fechava, o perigo maior era a polícia: “Uma vez chegaram com spray de pimenta na cara de todo mundo, descendo a borrachada, e você sabe como é, vai debater com fardado? Eles são os donos da razão.”
Quando perguntado sobre os bares da classe média, responde injuriado: “Os filhinho de papai ficam de boa né? Na Vila Madalena vira a noite e agora sobra pra nós!”


DE QUEBRADINHA...
Jardim Boa Vista (Próximo ao Pq. Figueira Grande), meia-noite da sexta feira, Zé Muquinha, dono do bar que tem o seu nome diz: “Você acha que alguém vai ser estuprada ou roubada aqui na frente? Mas se morrer na calçada com o bar fechado, vai sair no jornal: Morreu no bar!”
E diz mais:“A mulher chega às 11 horas do trabalho, o mercado tá fechado. Onde ela vai comprar uma Dolly?”
Ângela Maria, moradora do bairro fecha a idéia: “Chego tarde do trabalho e realmente me sinto mais segura quando os bares estão abertos, quando estão fechados é tudo escuro aqui, vão fechar às 22h e aonde eles vão beber?”

E a polêmica continua:
“Sou totalmente a favor, isso diminui a violência e incentiva as pessoas a procurarem outras alternativas de entretenimento”. (Aurélio Caetano)

“Na época em que fecharam os bingos, o teatro cresceu. Mas isso nos bairros nobres. Será que na perifa um ou dois irão a um teatro, com a bilheteria a 50 conto? Se bem que tem uns mais baratos, mas quem tem interesse por teatro na quebrada? O Boteco infelizmente é a única opção”. (Robson Canto)


Por Rogério Pixote

Ambulantes.

Ontem (24/11), eu estava passando na praça da Sé (cartão postal da cidade mais populosa do Brasil), e me deparei com uma cena revoltante. Policias da Guarda Civil Metropolitana, quebrando as barracas, e, até dando borrachadas nos ambulantes. Posso estar cometendo um equivoco, mas quem deu essa autoridade a eles? Os ambulantes dizem que estão trabalhando (e de fato estão mesmo). Os guardas dizem o mesmo (também concordo que estão trabalhando), só acho que não precisam abusar da “autoridade” que dizem ter. Agora o pior de tudo, é um pessoal de colete amarelo, que ajudam os guardas metropolitanos a recolher as mercadorias dos ambulantes. Dá pra ver na cara deles que são pessoas de baixa renda, como nós, não tem pra quê aquela arrogância e prepotência toda, entendam estamos no mesmo.

Por: Robson Canto.

Religiões afros têm direito de resposta na TV Record

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região decidiu que as religiões de origem africana têm direito de resposta na Rede Record e Rede Mulher de Televisão. O TRF-3 manteve decisão de primeira instância. O recurso das emissoras foi negado, segundo informações da Revista Consultor Jurídico.
Em maio deste ano, a juíza federal Marisa Cláudia Gonçalves Cucio condenou as emissoras a exibir um programa com duração de uma hora durante sete dias, além de três chamadas diárias na grade de programação. Estabeleceu multa de R$ 10 mil reais em caso de descumprimento.
O programa de resposta já foi gravado e conta com a participação de sacerdotes e sacerdotisas das religiões afros, como umbanda e candomblé. O programa foi produzido em formato de debate com outras entidades religiosas e organizações do movimento negro, além de contar com as presenças do advogado Dalmo Dallari e do arcebispo de São Paulo, Dom Cláudio Hummes.
De acordo com Daniel Teixeira, assessor jurídico do Ceert — Centro de Estudos das Relações do Trabalho e da Desigualdade, um dos patrocinadores da ação foi Hédio Silva Júnior, atual Secretário de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo. “Ele e todos nós da organização esperamos que a sociedade possa ter a chance de assistir ao programa, conhecer melhor as religiões de matriz africana e compartilhar do diálogo pela liberdade de crença e contra a intolerância religiosa”.


Fonte: Revista Consultor Jurídico

Festa - II Não Matarás Nenhum Brasileiro

Neste sábado 26/11 à partir das 20:30 hs. haverá uma Festa - Manifesto pela paz, contra a Violência, O II Não Matarás Nenhum Brasileiro , evento que se propõe a disseminar uma campanha para formação de leitores, ampliando o universo cultural, sendo o poeta Binho o idealizador do projeto.
O Sarau acontecerá das 20:30 às 22:00 h e a Festa a partir das 22h. O ingresso será 01 Kilo de livros, haverá apresentações com a Banda Morro Tribal, Carlos Silva, Banda Pataxó, discotecagem (Mario) e muitos outros.
Será uma festa com muitos rítmos e muita dança.
Iremos também comemorar o aniversário do Binho.
Imperdível, esperamos você.
Local do evento: Mestiço- Musicultura - Estrada de Campo Limpo,(em cima das Casas Bahia, ao lado do HSBC) Até lá!!

quinta-feira, novembro 24, 2005

BUUMM!! SAI DA FRENTE, A MULHER CHEGOU!

Quem disse que mulher não entende de futebol não conhece a dona Maria.

A mineira Maria Rodrigues Souza, 62 anos, foi para a Bahia aos 10 e migrou para São Paulo aos 27, com 6 filhos e viúva. Há 5 anos é presidente do Pé de Bola, time de futebol do Jardim Nakamura e também tem muitos netos , como ela mesmo disse: “Tenho que pegar um saco de milho e jogar no quintal pra ver quantos netos eu tenho.”
Inquieta e simpática ela nos explica como começou a gostar de futebol
“Todo dia, 4h da manhã eu saía de casa com sacola no pé (por causa do barro) até a avenida pra pegar o ônibus pra ir trabalhar, e os meus macho (os filhos) só queriam saber de jogar bola, não faziam o serviço de casa. Eu metia o reio. Acabei me acostumando(com o futebol)”.
Seu irmão foi quem lhe passou a presidência do time, desde então dona Maria faz o que pode, junta a aposentadoria e o lucro do barzinho,que o que dá mais lucro é sorvete, para comprar as camisas e pagar os campeonatos. Ela é quem faz tudo, desde lavar o jogo de camisa ao churrasquinho de comemoração.
“Não tenho idéia de quanto gasto com o time. No dia de jogo, compro um sacão de batata, dou uma cozida e dou pros meninos.”
Domingo, dia 30 de outubro, Pé de Bola X Blazer Bar pelas quartas de final da Copa Pé de Bola no antigo campo do Zona Sul, campo que dona Maria pagou 5 mil pela sociedade com seu Zé.
Nossa equipe chega atrasada e ao perguntar sobre dona Maria um torcedor responde: Não sei se ela está aqui, ainda não ouvi tiros de rojão!
.Mas ela estava no barzinho da beira do campo. Nos recebe com um sorriso e logo em seguida: “Acordei 5h da manhã pra fazer uma pinguinha e um tira-gosto pra vocês, já tava chamando vocês de pipoca.”
Chega a hora do Pé de Bola entrar em campo.
A presidente do time já nervosa e com os rojões na mão grita: Ô juizzz, vai começar logo isso ou eu vou ter que entrar no seu lugar. To falando mesmo!!!
Enfim o árbitro apita e a dona Maria arrebenta com os fogos: KBUMM!! Pé de Bolaa!!
“Comigo é assim meu filho, enquanto as pestanas tiver rebatendo eu to de pé. O bagulho é doido.No último campeonato (em que o time ficou em segundo lugar - verificar) comprei 5 caixas de fogos e só fiquei de cantinho estourando (para comemorar), escondida, porque eu sabia que eles ião me jogar pro alto.”
Dona Maria não é a técnica, mas não deixa de meter o bedelho: Fica de boa que só to vendo você de copinho na mão. Vai pro banco, ta bebendo!
A presidente diz que se for preciso, bate com facão na bunda dos jogadores.
Um torcedor, gritando injuriado, diz que se alguém for expulso, vai meter bala. Mas o domingo é de futebol e todos são amigos, vizinhos. A trilha sonora fica por conta de Fim de Semana no Parque (Racionais).
A nossa Maria passa todo o jogo na beira do campo, com o rojão descarregado na mão e a mãe do juiz na ponta da língua, diz que a emoção é demais mas quando sente o coração um pouco mais agitado, toma suco de maracujá.
Termina o segundo tempo, O X O. A decisão é nos pênaltis, a baixinha querida pela comunidade, fica zanzando de um lado para o outro, não quer conversa.
O Pé de Bola é eliminado e depois de cumprimentar quase todos, dona Maria segue para o bar, a sede do time, sozinha. Ainda serve caldo de mocotó e cerveja para todos com a mesma energia de quando estava em campo.
“Ainda quero muita coisa mas por enquanto só falta arrumar o campo pra comunidade, cercar direitinho, fazer tudo bonitinho.”



quarta-feira, novembro 23, 2005

PRÊMIO COOPERIFA

AGORA É PRA VALER!!!!!!!!
VEM AÍ O 1º PRÊMIO COOPERIFA
EM DEZEMBRO VAI ACONTECER A ENTREGA DO 1º PRÊMIO COOPERIFA. O PRÊMIO SERÁ ENTREGUE A TODAS AS PESSOAS E ENTIDADES QUE DIRETA OU INDIRETAMENTE FAZEM A DIFERENÇA PARA O POVO DA PERIFERIA. NÃO IMPORTA DE ONDE OU DE COMO AJUDA. NAS ANDANÇAS DA COOPERIFA DESCOBRIMOS PESSOAS E LUGARES QUE ANONIMAMENTE, OU NÃO, CONTRIBUEM PARA UM MUNDO MELHOR, NA PERIFERIA (É CLARO!).
GENTE QUE SONHA E ACREDITA NO PRÓXIMO. PESSOAS QUE LARGARAM O DISCURSO BONITO DE MESA DE BAR E FORAM À LUTA, POR SI E PELOS OUTROS. O CRITÉRIO DA PREMIAÇÃO É NÃO TER CRITÉRIO. A GENTE VAI PREMIAR QUEM A GENTE QUISER: POETAS, POESIAS, ESCRITORES, ROMANCES, LIVROS, PROJETOS, CDS, MÚSICO, GRUPOS DE TEATRO, ATRIZES E ATORES, JORNALISTAS, CINEASTAS, FOTÓGRAFOS,DOCUMENTÁRIOS, AMIGOS E AMIGAS, PARCEIROS DE CAMINHADA, REVISTAS, INICIATIVAS, SITES, EVENTOS, GENTE DA COMUNIDADE E GUERREIROS EM GERAL.
NÃO VAI TER PRO NOBEL NEM PARA O OSCAR!!!!!
"ESTAMOS APRENDENDO A PRODUZIR (ARTE), CONSUMIR (O QUE É NOSSO) E A PREMIAR (QUEM NÃO SE ENTREGA)". É TUDO NOSSO! SÉRGIO VAZ

quinta-feira, novembro 17, 2005

GOSTARIA DE APRENDER MAIS SOBRE:
O RESPEITO
A DIGNIDADE
A IGUALDADE
A VERDADE
O AMOR
A PAZ
O SER HUMANO!
TALVEZ ESTARIA PREPARADO PARA ENFRENTAR:
O ODIOA INVEJA
O DESCASO
O PRECONCEITO
A DESIGUALDADE
O SER HUMANO!
OU MENOS TERIA RESPOSTA PARA PERGUNTA PORQUE NOS MATAMOS?
"MEU CORAÇÃO CHORA"
http://www.itoglu.it/ekincaglar/coin/coin-br.swf
http://www.romantichome.hpg.ig.com.br/louis.htm
VULTO MADHIBA

sexta-feira, novembro 11, 2005

Emergente cultural

Jefferson Dias novembro 2005
(Trabalho de xilogravura)


Participando diariamente de uma guerra ideológica, entre viver e ser um sobrevivente urbano e periférico, artistas emergem em meio à escassez cultural para suprir a carência de nosso povo que ainda sofre pela falta de investimentos na cultura e educação de nosso país.
É o caso do fotógrafo e estudante de artes, Jefferson Dias, 20 morador do jardim Copacabana zona sul de São Paulo há 16 anos, há um ano e meio cursando artes visuais.
Seu interesse pela arte começou aos três anos de idade, desenhando um carrinho como recorda sua mãe Angélica Dias, na cidade de Piripá (BA).
Mas sua passagem pela arte não parou por ai, e se estendendo dos doze aos treze anos, se interessando e fazendo graffiti de rua, já aos 17 fez curso de fotografia inspirado inicialmente por Sebastião Salgado (Brasil) um ícone da fotografia brasileira e Breson Cartier (França).
Atualmente trabalha numa produtora fotográfica, como mais quatro profissionais.

Frases: “Meu objetivo é fazer e me sentir feliz”
“O desenho me ajuda a fotografar melhor, e a fotografia ajuda a desenhar melhor”.
Rodolfo(Grego)

terça-feira, novembro 08, 2005

O grupo de teatro do Jd. Monte Azul irá apresentar a peça "Balada de Um Palhaço" de Plínio Marcos na praça do Campo Limpo.
Sexta feira dia 11/11 horário: 19h entrada: R$1,00
informações 5851 5370

São Paulo em gestação

São Paulo em gestação
São Paulo mulher grávida
Em processo de expansão.
Cresce, cresce que explode.
E nasce mais um cidadão.
Ao mesmo tempo em que amamenta
Muitos ficam sem pão.
Nos braços da mãe o bebê sente proteção.
Nos braços da cidade o indivíduo sente solidão.
Apesar dos pesares,
O momento da luz é de pura contemplação.
São Paulo cidade sempre em gestação.


Elizandra
O SARAU DA COOPERIFA APRESENTA:
LANÇAMENTO DO LIVRO O TREM - CONTESTANDO A VERSÃO OFICIAL, DO ESCRITOR ALESSANDRO BUZO.
QUARTA-FEIRA 09.11 A PARTIR DAS 20HS
LOCAL: ZÉ BATIDÃO

ANIVERSÁRIO DA COOPERIFA
NESTE DOMINGO 13.11 A PARTIR DAS 11HS
VAMOS ASSAR O TOURO BANDIDO, E SEM AFTOSA.
LOCAL: ZÉ BATIDÃO

WWW.COLECIONADORDEPEDRAS.BLOGSPOT.COM
ABS. SÉRGIO VAZ INF.9333.6508

segunda-feira, novembro 07, 2005

Literatura Periférica: O Time

Lançamento do livro Vão, do poeta Allan da Rosa e 1º Encontro de Literatura Periférica na ONG Ação Educativa.

Muitos quilômetros percorridos até chegarem no campo, todos os jogadores em suas posições, esperando apenas o assobio do apito. Nesse time não tem adversários, só aliados. Você deve estar se perguntando: como isso é possível?
Está em campo o time da Literatura Periférica, no qual o mais importante não é o momento do gol, mas o trajeto que a bola faz.
Contrariando estatísticas que mostram a pouca e má leitura do brasileiro, escritores e poetas de diversas localidades lutam para que a leitura seja difundida dentro das suas comunidades. Exemplos são o escritor Alessandro Buzo, com a biblioteca comunitária que montou dentro de uma escola de samba Santa Bárbara, no Itaim Paulista – S/L, Sacolinha, com o Projeto Literatura no Brasil e que está atuando junto à Secretaria de Cultura de Suzano, Ferréz, difundindo a Literatura Marginal pelo Brasil, Sergio Vaz, linha de frente do Cooperifa, Cooperativa Cultural da Periferia, no Jardim Guarujá – Z/S, Dinha, uma guerreira que desenvolve seus trabalhos com os adolescentes no Parque Bristol – S/Z. Esses são alguns jogadores que compõem esse time.
A primeira partida aconteceu no dia 27 de setembro, na ONG Ação Educativa, região central. Nesse dia, o escritor Allan da Rosa aproveitou o lançamento do seu livro de poemas Vão para realizar o 1º Encontro de Literatura Periférica. E, em entrevista ao blog de Alessandro Buzo, comenta essa realização: “Uma puta cena que conjurou naquela noite, mas que cresce todo dia, toda semana, escrita nas madrugas, versada nas rodas... E a mídia graúda não vê, não divulga, não quer saber... Quer apostar cada vez mais na mediocridade, alastrar produtos de encomenda e falar que é arte.”
Estavam presentes na partida jogadores que não têm medo de jogar descalços ou sem camisa. Jogam apenas com a alma e com a vontade de mudança e transformação da sociedade em que vivem. Eram eles: Gato Preto, ativista comunitário da favela do Jd. Colombo e rapper do grupo A Família, Lutigarde, mostrando o que é que a baiana tem, muita força e axé, Maria Tereza, com sua bela voz cantando poemas de Solano Trindade, Akins, declamando seus negros versos, Oubi Inaê Kibuko, ativista da literatura Afro-brasileira Cadernos Negros, Ridson, do grupo Extremamente, Zinho Trindade, cantando no improviso, Raquel Trindade, com sua sábia vivência, além dos poetas da Cooperifa Maurício Marques, Samantha Pillar, o grupo Periafricania, Márcio Batista, entre outros.
Sobre a importância do evento para a literatura periférica crescer, e crescer forte, Allan da Rosa diz: “É uma missão nossa, que vamo tocando pra frente, iniciando. Uma missão de não deixar a literatura ficar toda empetecada e vazia, de dar vazão pra nossa vocação e de botar dendê no papel, de cavucar pra trazer a água da febre, escrever sobre os brinquedos e as lágrimas e as doideiras e as mancadas da vida do povo brasileiro, latino, terráqueo. Com nossa limitação, de tempo, de editar, de circular, mesmo assim a gente se ligou que precisa e que pode voar e ler e escrever. Fazer arte que seja um revide, às vezes dando esporro mesmo e noutra hora dando estória e verso pra imaginação do leitor criar força, leveza, não cair no precipício, descobrir junto com a gente outros planos.”
Encerra-se essa partida, em que todos ganham. Mas o jogo continua até que a literatura seja tão importante quanto a água que bebemos para matar a sede.

Quer saber mais? Acesse:
http://www.suburbanoconvicto.blogger.com.br/
http://www.literaturanobrasil.blogspot.com/
http://www.colecionadordepedras.blogspot.com/

Elizandra Batista
A próxima edição do Becos já está na chapa!!!!!

Quem se importa ???


Quem se importa?
Que irmãos irmãs se matem por nada.
Quem se importa?
Que milhões de pessoas morram todos os dias de fome!“fome” (não ter como se alimentar)
Quem se importa?
Em apenas lhe dar uma palavra de incentivo quando mais precisa!
Quem se importa?
Quando políticos,de direita esquerda roubam o dinheiro do povoe nas eleições somos obrigados a votar.(pois é a democracia ...)quem se importa ?
quem se importa?
Eu me importo e talvez você também se importe...Mas é chegado o momento de sairmos da teoria e nos importar com a “Pratica”.
Atitude atitude atitude
Alguém com certeza neste momento suplica para que alguém se importe.
“Mova-se”(...)(quero esclarecer que não estou impondo nada há ninguém simplesmente me importo...)
E que Deus não nos abandone nunca!!!
Muita paz e um bjo no coração!

Vulto Madhiba, Embu das Artes

Livro sobre Santo Dias é Premiado

Quando o passado se transforma em história” (Luciana Dias, Jô Azevedo e Nair Benedicto / Ed Cortez) foi o ganhador do XXVII Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, no quesito livro-reportagem. A publicação conta a história do líder operário Santo Dias da Silva, uma das grandes lideranças periféricas nas lutas por justiça social. A premiação aconteceu dia 25 de outubro no Parlamento Latinoamericano, data que coincide com um ciclo de eventos em memória de Herzog, jornalista que a exatos 30 anos foi assassinado por agentes do regime militar. Ganhar este prêmio se torna mais especial devido ao nome que ele carrega, tornando-se uma garantia de que bons trabalhos estão sendo feitos para que as histórias da periferia não sejam esquecidas.
Amanda Lacerda

II Fórum Social Sul

No dia 30 de outubro, o segundo de eventos organizados pelo Fórum Social Sul, houve a missa de celebração pelos 26 anos de morte de Santo Dias no cemitério do Campo Grande. A cerimônia religiosa foi feita, como tradicionalmente, no túmulo do operário e ministrada pelos padres Luis Giuliane e Jaime Crowe. A missa contou com a presença de aproximadamente 50 pessoas, e manteve bastante conexão com os que ali estavam, fazendo todos participarem da celebração. Essa proximidade foi demonstrada em vários momentos: o governo Lula e sua postura, como em muitos lugares no páis, foi questionado e nesse momento o padre Jaime resgatou a frase de uma antiga música do grupo Paralamas do Sucesso: “desse mar de lodo há de nascer uma flor bonita”, enquanto várias pessoas indagaram a perseverança e a crença. Lula já esteve naquele mesmo lugar participando do enterro de Santo Dias. Segundo Dona Ana, viúva de Santo, a existência do Fórum é: “Uma semente para os jovens e pra quem acredita somos nós que temos de fazer as mudanças acontecerem, as pessoas vão comparecer ao Fórum e vão sair de lá de um modo diferente. Vão se realimentar e espalhar essas idéias”.
Amanda Lacerda

Universidade Pública na Zona Sul

No dia 22 de outubro a equipe do Becos e Vielas entrevistou o vereador Carlos Gianazzi, sobre a proposta de construção de um campus da UNIFESP (Universidade Federal do Estado de São Paulo) aqui na zona sul. Segundo o vereador o projeto já foi enviado para a universidade e aprovado em todas as instâncias. O terreno que abrigará o campus é de posse da prefeitura de São Paulo, já foi liberado pelo prefeito José Serra e está situado próximo ao Terminal Santo Amaro. O grande entrave nesse momento é a liberação de verba no orçamento federal para a construção do prédio e dependências necessárias a estrutura da universidade. Quando questionado se as novas vagas não iam acabar ficando nas mãos dos estudantes de escolas particulares e cursinhos pré-vestibular o vereador disse: “Nesse aspecto, a Reforma Universitária vai garantir bons resultados, já que 50% das vagas vai ser direcionada exclusivamente para alunos que se formados em escola pública.” Mais do que uma universidade na zona sul, é necessário que os moradores daqui ocupem esse espaço. Para que isso aconteça a pressão popular para que este projeto saia do papel se torna fundamental.
Amanda Lacerda

sexta-feira, novembro 04, 2005

A REVOLTA RUSSA E ORQUESTRA DE GRAÇA

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo programou O Encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein, um dos filmes mais discutidos da história do cinema, que retrata a revolução de 1905 na Rússia Czarista. O filme aborda a revolta de 1905 dos marinheiros do encouraçado soviético, quando lhes é servida carne podre. A obra foi encomendada a Eisenstein para comemorar os 20 anos da Revolução Russa que, em suas mãos, se converteu em uma sinfonia de imagens surpreendentes.>O diferencial da exibição deste clássico é a Orquestra Jazz Sinfônica, que executará peça de Dmitri Shostakovich, sob a batuta do Maestro João Maurício Galindo simultaneamente à exibição do filme.

Dias 03 e 05/11, às 21h.

Grátis>Memorial da América Latina>
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Metrô Barra Funda>
(11) 3823-4600
Nilda Rodrigues

segunda-feira, outubro 31, 2005

Raul Seixas - O filósofo do Rock na Casa de Cultura de M Boi

Domingo , dia 06/11/2005
A Casa de Cultura em mais um evento especial convida vc para assistir a performance teatro-musical sôbre a vida e obra do saudoso Raul Seixas. Raul Seixas - O filósofo do Rock - com texto e música de Jocelino do grupo "Cavalo de Pau" e Josias.

18:00 hs. Local:Casa de Cultura de M'Boi Mirim
Endereço: Av. Inácio Dias da Silva , s/n, Piraporinha (ao lado do sacolão)
fone: 5514-3408 Entrada franca

quinta-feira, outubro 27, 2005

TEATRO NO JD. MONTE AZUL

"BALADA DE UM PALHAÇO" de Plínio Marcos (CIA TE.MA)

dia 04 as 21hs
dia 05 as 21hs
06 as 19hs
ingresso R$ 5,00
Centro Cultural Monte Azul, Rua Tomás de Souza, 552 Jd. Monte Azul - próx. ao terminal João Dias
mais informações 5851 5370

segunda-feira, outubro 24, 2005

Roda de Samba - Casa de Cultura M'Boi Mirim

Roda de Samba com os grupos Maneras e Claves e Acordes.
Local:Casa Popular de Cultura de M Boi Mirim Data: 29/10/2005 Horário: 19:00 hs
Endereço: Av. Inácio Dias da Silva , s/n , Piraporinha (ao lado do Sacolão)
Entrada franca .

CINE CLUBE BECOS E VIELAS


Exibição do documentário O Prisioneiro da Grade de Ferro no dia 30/10 às 18h com a presença do diretor Paulo Sacramento e da Pastoral Carcerária.
O filme foi gravado pelos próprios detentos do Carandiru antes da implosão da maior penitenciaria da América Latina. A produção do Babenco "fica pequena".

Avenida Ivirapema 42A - Jd. Ranieri, 2 pontos de ônibus após o terminal Jd. Ângela
site oficial do filme: http://www.prisioneiro.com.br/index.htm
5831 5954 - Juliana santos
5522 8589 - Rogério Pixote

sábado, outubro 22, 2005

Programação SESC

ARENA LIVRE Apresentações ao vivo de música, dança e teatro.
Zé Ramalho

Apresentação de seu último trabalho Zé Ramalho ao Vivo, no dia do aniversário de 30 anos do SESC Interlagos. Faixa Etária Livre. Campo de Areia. Preço de Portaria de R$ 2,00 a 6,00. Dia(s) 30/10 Domingo, às 15h. SESC Interlagos

JOSÉ SARAMAGO - AS INTERMITÊNCIAS DA MORTE
Lançamento mundial do novo romance do escritor português pela Companhia das Letras. Palestra com José Saramago e leitura dramática. Os ingressos podem ser retirados dia 26/10 a partir das 14h pelo sistema INGRESSOSESC. Verifique a Unidade mais próxima. Teatro. Grátis Dia(s) 27/10 Quinta, às 20h. SESC Pinheiros

Mais informações: http://www.sescsp.org.br

sexta-feira, outubro 21, 2005

Impacto_ Ferréz



O furacão chegou pra devastar
Casa de elite, carro de luxo
Com o Catrina nada vai sobrar
Você está preparadoSão grandes os estragos
Porque Cristo causou impacto.
Avistamentos, óvnis, seres alienígenas.
Ondas, tsunami, massacre promovido aos Incas.Iraque, Irã, Arábia, Saudita.
Bush no fundo é israelita.
O numero de mortos é incalculável.
O começo do fim inevitável
Word Trade Center é o apelitivo do terror
Que os americanos promovem e Israel massificou
Morro dona Marta, muita cocaína
O dinheiro da cidade, faz morte lá em cima
Capão Redondo terra Jerusalém
As mães choram de dor, e dizem amém
São grandes os estragosCristo causou impacto
Classes dirigentes, juventudes alienadas
Evangelizar o povo, dominar a manada
Educação, robalheira, televisão
A rima imprópria do futuro da nação.
O fracasso é a palavra do Brasil
Na bandeira, mate e prostitua o azul anil
Calmaria, choro, rezas, insanos
O feto americano vale dez mil iraquianos
Bombas em Cabul, letras opacas
O rap é vendido e a ideologia é assassinada a facadas
Usado até pra promover cerveja
O fim dos vermes pelo capetalismo assim seja
Preto Ghóez, escritor ativista sul americano
Ideologia brasileira herói de cem mil manos.
Desanimo, desgosto, imoral
Tudo é mentira na nova ordem mundial
São grandes os estragos
Esteja preparado,cristo causou impacto.
Sua fé é negociada com franchising
A indústria da miséria é style
Tudo se compra, tudo se vende
A moralidade em dólar se perde
A letra definitiva da traiçãoPT, PSDB, muito dinheiro, foda-se a nação.
O caos reinante pra julgar
Família, desbarrancamento pede a Deus ajuda
Enquanto todos olham da beira da piscina
Um pais que se mata sempre sem estima
A letra é crua e faz estrago
O escritor é pobre, desgostoso mas nunca fracassado
Retratando o documentário fictício
De um povo novela quase extinto
Índios, negros, mães a chorarMeninos periféricos com palavrarmas
São grandes os estragos
Esteja preparadoCristo causou impacto
Tecle na infernet
Esteja conectado
O diabo via-email manda um abraço
Ficamos dependentes, adulados
Como o filho que do pai espera o salário
Como o religioso espera o dizimo
É disso que eu não assino e não repito
Professores sangram giz e lutam
Os políticos gozam enquanto estupram
O mal não vai voltar e nem será saciado
O ser humano é um vírus parasitário
A santidade come criancinhas
O papa nazista com pedra na vesícula
O anus democrata se abre todo dia
A croaca da modelo não precisa
Ouço TV e degusto a sinfonia da hipocrisia
O rap é antídoto para a loucura da maioria
Do gueto ao gueto não esquece
Zumbi, GOG que a invasão comece
Sou prisioneiro de um mundo irreal
Programado para viver um ideal
Cada momento ficará só comigo
O dadaísmo vem de um anfíbio
Poesia concreta é um papel preenchido
O mundo superaquece e volta ao inicio
Sou filho do Clã nordestino
Du gueto me pediu por isso
Literatura Marginal o meu livro
A Cia treinou agentes brasileiros
No barro branco o Dops matou meus parceiros
Crianças superdotadas vão sorrir
Anunciado a sabedoria que não vêem aqui
O que você quer ser e não será
O que quer obter e não comprará
Dispersão, falta de interesse intriga
k.i. mais baixo faz mal a várias vidas
álcool, baseado, bolinhascom qual alucinógeno você se identifica
uma coisa fique bem colocado
são grandes os estragos
cristo causou impacto.
Aqui ou do outro lado
Viver reto é só um estágio
Sociedades secretas nascem
Religiões e seitas se espalhem
Com qual você se embebedada
Qual você abre as pernas
O sonho da liberdade foi comprada
Pelo juiz que queria mais uma casa na praia
O triste é chegar no fim da estrada
E ver que a vida é um eterno retorno ao grande nada.

Sábado agora 22/10 - Lançamento do novo livro do autor no Itaim Paulista
22/10 (16 hs) BLOCO CARNAVALESCO UNIDOS DE SANTA BARBARÁ. Rua José Cardoso Pimentel, 1-B - Centro do Itaim Pta (Prox. ao Banespa).

25/10 (19 hs) No centro de São Paulo.
AÇÃO EDUCATIVA Rua General Jardim, 660 - Prox. à Santa Casa.

ENTRADA FRANCA
LIVRO: R$ 20,00

quarta-feira, outubro 19, 2005

DEBATE SOBRE O REFERENDO NA CASA DE CULTURA

A Casa Popular de Cultura de M' Boi Mirim abre espaço para quem está indeciso, quer refletir e discutir sobre o referendo do desarmamento do próximo domingo.

Dia 19/10 19:30h
Av. Inácio Dias da Silva, S/ Nº - Piraporinha Tel.5514-3408

BRECHÓ CULTURAL DA CASA AZUL

O Serviço Social Bom Jesus – Núcleo Capão Redondo, tem o imenso prazer de convidá-lo (a)
Dia 22/10 das 10h00 às 16h00.
Local: Rua Eduardo Jurgenfeld, n° 36 – Capão Redondo
Próx. à Padaria Funchalense (Comendador Santana)
Informações: 5873-4007



PROGRAMAÇÃO

10h00 Abertura do Brechó e início das atividades

CULTURAL
11h00 às 11h30 Apresentação de Capoeira
11h40 às 12h20 Cine Pipoca – Apresentação do Vídeo Capão Nosso de Cada Dia
12h30 às 13h00 Apresentação Teatral – Grupo Casa de Cultura M’Boi Mirim
13h10 às 13h40 Apresentação do Grupo de Rap Raio X do Gueto
14h00 às 14h20 Apresentação do Saxofonista – Robson Jr.
14h30 às 15h00 Apresentação Teatral – Metamorfose
15h00 às 15h30 Apresentação do Grupo Cravos e Acordes – Samba de Roda

OFICINAS
10h00 às 16h00 Oficinas de artesanato com jornal
13h00 às 15h00 Oficinas de artesanato com embalagens de presentes

BAZAR
10h00 às 16h00 Bazar com roupas, brinquedos, acessórios, desfiles e bingo

ARTE
10h00 às 16h00 Caricaturas
10h00 às 16h00 Atividades pintura de rosto para crianças
10h00 às 16h00 Mural com pintura para crianças

Praça de alimentação.

16h00 Encerramento das atividades


terça-feira, outubro 18, 2005

PALESTRA: REBELIÕES E PROJETOS DE VIDA

26 de outubro - quarta-feira - 10:00h. Hotel CROWNE PLAZA.

Abertura e mediação: Cristina Vicentim, professora de psicologia da PUC-SP, autora do livro Vida e rebelião - jovens em conflito com a lei, Editora Hucitec, 2005. A ser lançado após a palestra.

Alessandro Buzo, escritor, é autor de O trem - baseado em fatos reais, 2000. Suburbano convicto - O cotidiano do Itaim paulista, publicou o conto Toda brisa tem seu dia de ventania, no Ato I da revista Caros Amigos - Literatura Marginal; é colunista da revista Rap Brasil e de sites de hip-hop.

Luís Grigório, ou Sombra, ex-interno da Febem, atualmente trabalha na TV Cultura.

Alexandre Cesar da Silva, ex- interno da Febem, atualmente é produtor do Programa Novolhar na TV. Um evento da ONG NOVOLHAR.

Mais informações:
http://www.suburbanoconvicto.blogger.com.br/

II FÓRUM SOCIAL SUL - SP

Fórum Social Sul 2005
O Fórum Social Sul caminhando com compromisso e responsabilidade, busca se tornar parte de um processo que visa à construção de alternativas sócio, politica e econômica da região sul da cidade de São Paulo e municipios vizinhos, acreditamos que é possivel um "Multirão por um novo Brasil".
O Fórum Social Sul 2005 será organizado de forma descentralizada, integrarão este fórum os eventos realizados em diferentes regiões e cujas organizações se propõe a compartilhar os princípios metodológicos do ano anterior em consonância com movimentos Universais contra a exclusão, a violência, a miséria, a fome, a injustiça, entre outros.

Painéis

Saúde 31/10 - 9h
Educação 31/10 - 14h
Comunicação 31/10 - 17h
Cultura de Paz 31/10 - 19h
Sociedade Civil 01/11 - 9h
Políticas Públicas 01/11 - 15h
Desenvolvimento Sustentável 01/11 - 19h

Diversas atividades entre os dias 29/10 e 02/11

Informações:
Rua Luís Baldinato,09 - Jardim Ângela
CEP 04935 100 fone: 5831 2612 / 5831 9549

Debate sobre o referendo

A Entrada é aberta e gratuita para os debates abaixo. Por favor nos ajude a divulgar:

Debate 1: "Serão as armas a verdadeira causa da violência..." qual sua opinião?

Antes de votar SIM ou NÃO discuta a sua opinião !!!

DEBATE SOBRE O REFERENDOQuarta-feira dia 19/10 às 19:00Local: Auditório da APEOESPEnd.: Praça da República,282 Centro (ao lado do metrô República)Informações: oshumanistas@ig.com.br

DEBATEDORES:Pelo Sim: Sou da Paz e Partido Humanista.Pelo Não: Viva Brasil e Assoc. Policiais Militares

Também formaremos grupos de debates entre todos após o debate central. Antes de votar discuta a sua opinião !

Organização: Partido Humanista, Frente Humanista pelo Desarmamento Total, Poder Jovem , TransformaSol , Frente Manifesta Ação , Centro das Culturas do Brasil , Humanizarte , Comitê H. Passe Livre , Centro Expressão da Liberdade , Campanha Educação para Não Violência , A Comunidade para o Desenvolvimento Humano, Grupo Cultural Filhos Obaluaiê, AMIB/Ecoativa, Instituto Popular e Fundação Abrinq.

quinta-feira, outubro 13, 2005

Olha o q eu recebi sobre o desarmamento e a Globo

lucy_reginaoliveira@yahoo.com.br> escreveu:
A verdade demora mas aparece! Por muito tempo você deve ter se perguntado porquê a Rede Globo vem apoiando insistentemente a proibição do comércio legal de armas no Brasil. Um ex-funcionário da Rede Globo revelou que esta empresa se prepara para, em parceria com a Glock ( fabricante austríaca de pistolas semi-automáticas ) instalar no Brasil "A Maior Empresa de Segurança Privada do País". Já está tudo preparado para a instalação da Glock em Campinas/SP. A Glock é a maior rival da fábrica gaúcha de armas de fogo, a nossa Forjas Taurus. Não é curioso? Uma fábrica estrangeira de armas instalando-se no Brasil em plena Campanha do Desarmamento . . . Ah!!! Agora sim, tudo começa a fazer sentido!
Esta é a estratégia da famigerada Rede Globo: criar insegurança, para vender segurança! Sem poder ter ou portar uma arma, o povo brasileiro terá de contratar seguranças particulares, pois como todos sabemos, a segurança pública está falida! Isto encherá os cofres da Globo, que já deve ao BNDS 2,7 bilhões de reais e . . . simplesmente, não paga!
Se agora você ficou indignado, passe adiante este e-mail para o maior número de pessoas que puder! Não quebre esta corrente.

SIM. POR QUÊ NÃO ?




O BRASILEIRO FOI CONVOCADO PARA NO DIA 23 DE OUTUBRO DIZER SE É CONTRA OU A FAVOR DA PROIBIÇÃO DO COMÉRCIO DE ARMAS DO BRASIL. tÔ NESSA! ANTES DE MAIS NADA HÁ MUITO TEMPO EU NÃO VIA UMA DISCUSSÃO TÃO INTENSA À CERCA DE UM ASSUNTO QUE NÃO FOSSE MULHER OU FUTEBOL. NÃO QUE ESSAS DUAS COISAS NÃO SEJAM BOAS DE DISCUTIR, MAS UMA REVOLUÇÃO COMEÇA PELA EVOLUÇÃO, PRINCIPALMENTE NAS MESAS DE BARES.
SE O PAÍS QUIZER SER PÁTRIA E O POVO UMA NAÇÃO, A DEMOCRACIA FUNCIONA COMO ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO. OUTROS PAÍSES COM FIRMA ABERTA SABE OS CUSTOS DA LEGALIDADE.
TENHO MINHAS DÚVIDAS, MAS EU VOTO SIM. ALÉM DA PALAVRA SOU CONTRA QUALQUER TIPO DE ARMA, E,PRA MIM TANTO FAZ, SE POLÍCIA OU LADRÃO, COM REVÓLVER NA CINTA NINGUÉM TEM BOA EDUCAÇÃO.
ARMAS MATAM JOVENS NA PERIFERIA (70% DE PESSOAS ASSASSINADAS SÃO JOVENS ENTRE 15 E 27 ANOS), OU SEJA, DESSES 70% - SE VOCÊ NÃO ENTENDE DE GRÁFICOS-, TEM ALGUÉM QUE VOCÊ CONHECE OU CONHECEU. UM VIZINHO, UM AMIGO, UM IRMÃO, E ASSIM VAI.
TODO MUNDO QUE CONHEÇO TEM ALGUMA HISTÓRIA SOBRE CRIMES PRA CONTAR, E, INFELIZMENTE, A MAIORIA MORRE NO FINAL.
NÃO VENDO NEM COMPRO ILUSÕES, TÔ INDO PELO CORAÇÃO. TÔ INDO PELA MÃE DO JOTA, DO JHAY, DO GRILO, LEVI, BARRIGA, SABOTAGE, GILMAR, MARCELO, ENTRE TANTOS OUTROS QUE ESTÃO NO GRÁFICO DA PROPAGANDA E MUITA GENTE NÃO VÊ. QUEM LÊ GRÁFICO TEM QUE APRENDER A LER GENTE.
VOTO SIM PORQUE QUERO QUE AS PESSOAS LEIAM MAIS POEMAS E MENOS B.O.
SIM, PORQUE NAVEGAR É PRECISO, BALA PERDIDA NÃO.
SIM, PORQUE NOS PAGODES COM FEIJOADA, O ÚNICO ESTAMPIDO BOM DE SE OUVIR É O DO REPIQUE DE MÃO. SIM, PORQUE RUGAS É TÃO RUIM ESPINHAS, MAS É MELHOR TÊ-LAS.
SIM, PORQUE SOU MAIS CARRINHO DE ROLIMÃ DO QUE CADEIRA DE RODAS.
SIM, PORQUE O MELHOR DO FUTEBOL DE VÁRZEA É CHEGAR NO VETERANO.
SIM, PORQUE É PRECISO ESTAR SÃO NAS QUATRO ESTAÇÕES. SIM, PORQUE SOU MAIS PARABÉNS PRA VOCÊ DO QUE DESCANSE EM PAZ.
SIM, PORQUE O CÉU PODE ESPERAR, O BAR DO ZÉ FECHA ÀS DEZ.
SIM, PORQUE OS CRAQUES DA SELEÇÃO BRASILEIRA ESTÃO ENVELHECENDO E É PRECISO REPOR O ESTOQUE ANTES QUE OS ARGENTINOS O FAÇAM.
SIM, PORQUE MORRER DE AMOR É MELHOR QUE MATAR DE SAUDADE.
SIM, PORQUE A VIDA COMEÇA AOS QUARENTA, E MELHOR DO QUE FICAR NOS DEZOITO É PASSAR DOS SESSENTA.
SIM, PORQUE TEM MUITA CERVEJA A SER BEBIDA E MUITO SAMBA DE SUJEITO SIMPLES A SER COMPOSTO.
SIM, PORQUE PRECISAMOS DE MAIS PSIQUIATRAS PARA ENTEDIAR OS LOUCOS.
SIM, PORQUE ERRAR É HUMANO. ACERTAR É ANIMAL.
SIM, PORQUE SOU DA PERIFERIA. SIM, PORQUE SOU POETA. SIM. POR QUÊ NÃO?

SÉRGIO VAZ POETA DA PERIFERIA

UNIVERSIDADE PÚBLICA NA ZONA SUL

Entrevista com o vereador Carlos Giannazi a respeito da construção de uma universidade federal na região de Interlagos.

dia 22/10 14h local: redação do "Becos e Vielas" - Avenida Ivirapema 42A - Jardim Ranieri
(próximo ao Terminal Jardim Ângela e a Padaria Francesinha)

telefone
5831 5954 - Juliana Santos

e-mail
umpixote@hotmail.com - Rogério Pixote
becoszs@ig.com.br

terça-feira, outubro 11, 2005

FALTA UMA SEMANA!!!

Está marcada a nova data para o início do julgamento dos policiais acusados pelo assassinato do dentista negro Flávio Sant'ana, depois de três adiamentos ocorridos.Dia : 17 de Outubro de 2005 (segunda-feira)Horário : 09h00Local : Fórum de Santana - Av. Engenheiro Caetano Álvares, nº 594, Bairro do Limão - São Paulo - SP (transporte a partir do Metrô Barra Funda)Como vocês devem ter acompanhado pela mídia, e alguns pessoalmente, houve uma manobra de um dos advogados de defesa e o julgamento de cinco dos policiais acusados pela morte do dentista negro Flávio Santana.Estamos diante do julgamento de cinco policiais militares - Luciano José Dias, Carlos Alberto de Souza Santos, Ricardo Arce Rivera, Edson Assunção e Magno de Almeida Morais - indiciados por homicídio duplamente qualificado, porte ilegal de armas, fraude e coação processuais. No dia 3 de fevereiro de 2004, Flávio Sant’Ana, que acabava de se formar em odontologia, voltava do aeroporto quando foi parado pela polícia. FOI PARADO PORQUE ERA NEGRO E GUIAVA UM CARRO. Os policiais militares agora julgados queriam acusá-lo de um assalto a um comerciante e, após a intimação, imediatamente dispararam dois tiros que mataram Flávio. Colocaram no seu bolso os documentos do comerciante e uma arma com registro raspado para simular uma resistência. Mas a verdade veio à tona porque, no dia seguinte, o comerciante declarou que Flávio não era o assaltante.Temos visto a polícia matar impunemente. Entre 22 de junho e 4 de julho deste ano, policiais mataram 19 pessoas em quatro chacinas ocorridas em periferias na Grande São Paulo (Morro do Samba, Diadema; Tremembé; Francisco Morato; e Jardim Portinari, Diadema). É preciso acabar com essa política de extermínio e a condenação destes assassinos será o primeiro passo.DIVULGUEM EM SUAS LISTAS!!! REAJA A VIOLENCIA RACIAL DENUNCIANDO E COMBATENDO O RACISMO!!!
autor: Honerê Al-amin Oadq

CINEMA DE QUEBRADA NO CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - CEP 01504-000 - São Paulo - SP fone: 3277-3611
dia 15 - sábado14h

João Cândido(Nós do Cinema, Brasil/RJ, cor, 20min) realização: coletiva
João Cândido foi o líder das Chibatas, em 1910. Neste episódio muitos marinheiros morreram por más condições de tratamento.

Vida na rua

Improvise!
(Brasil/SP, cor, 12min) Filmagens Periféricas - realização: coletiva.
Documentário feito com a participação de ex-alunos das oficinas Kinoforum. Em São Paulo, no bairro Cidade Tiradentes, um grupo de jovens discute a dependência cultural e a presença do audiovisual na periferia.



ProduçãoPrograma: Na correria: os oposto se atraem... FAAP & PERIFERIA.
dia 22 - sábado 14h


Defina-se(Brasil/SP, 2002, cor, 4min) realização: Kelly Regina Alvez, Claúdio N. de Souza, Daniel M. Hilário
Manifesto audiovisual sobre a trajetória dos negros no Brasil, da senzala à periferia da cidade grande.

Telepata(FAAP, Brasil/SP, 2002, cor, 15min)realização: Gustavo Brandão Uma tragédia fatalista narrada na zona portuária de Santos. Adaptação da crônica O telepata, de Plínio Marcos.

Tele visões (Oficinas Kinoforum, Brasil/SP 2002, cor, 14min)realização: coletivaDocumentário sobre a relação do homem com a televisão.

Bípedes(FAAP, Brasil/SP, 2001, cor, 19min) realização: Caetano CarusoUma série de acontecimentos faz com que os destinos de um grupo de pessoas se cruzem.

Mulher de amigo



FormaçãoPrograma: Ampliando Outros Horizontes
dia 29 - sábado14h


Arroz, feijão e macarrão(Arroz, Feijão Cinema e Vídeo, Brasil/SP, 2004, cor, 13min)realização: Éder Augusto e Vanice Deise.
Uma história sobre miscigenação em sampa. Macarrão saiu da prisão, Feijão vende roupas e Arroz tem uma banca de Yakissoba.

Bairro sem calçadas(MuCCA - Mudança com Conhecimento Cinema e Arte, Brasil/SP, 2004, cor, 5min)realização: coletiva Documentário que aborda a questão da ocupação dos mananciais em São Paulo.

Paratodos(Joinha Filmes, Brasil/SP, 2004, cor, 8min)realização: coletiva. Documentário que tenta explicar as diferenças entre a USP e os moradores de periferia.

Cinema de periferia(Brasil/SP, 2005,1min30, cor - videoclipe)Realizado com novos aparatos tecnológicos para festival na Europa.

Dia de visita (Realidade cruel)(Instituto Criar de TV e Cinema, Brasil/SP, 2005, cor, 7min)realização: coletiva. Ao receber visita da família, detento se arrepende dos seus crimes.

O tempo e o ritmo(Brasil/SP, 2005, cor, 6min)realização: Wilq Vicente, Anderson Castilho, João Carlos e Emerson Lisboa O cotidiano de três jovens: um indígena, um morador da Cidade Tiradentes e outra do bairro Morumbi.

segunda-feira, outubro 03, 2005

Lançamento do terceiro livro do escritor Alessandro Buzo
O TREM – CONTESTANDO A VERSÃO OFICIAL.
Dia 26/10 às 19:00 hs na AÇÃO EDUCATIVA no centro de SP.
Rua General Jardim, 660.
Você é meu convidado especial para a realização de mais um sonho realizado, afinal um periférico que lança seu terceiro livro independente não é todo dia.
O TREM traz o dia a dia dos usuários da linha Brás/Calmon Viana, no extremo leste de SP. Contestando a versão oficial porque o serviço nessa linha é péssimo e o preço de primeiro mundo.
Conto com você neste dia de festa na Ação Educativa.
INF: (11) 8218-7512 alessandrobuzo@terra.com.br

HOTEL RUANDA


Vi o filme Hotel Ruanda!!!!!Louco, louco...
Um gerente de um hotel abriga mais de 1000 refugiados da guerra civil no país africano (Ruanda), o conflito entre duas etnias, Tutsis e Hutus em 1994 q deixou MILHARES de mortos, um genocídio.
"Você deveria ter ódio de mim, para nós( paises da ONU) vcs são lixo, não valem nada, não são gente. Sabe porquê? Porque são pretos. Todos vcs vão morrer e a Bélgica, EUA e França não vão fazer nada! Vocês são lixo!!" - Isso é o q o general da ONU diz ao gerente!!!
Senti ódio e vergonha em saber tão pouco sobre as tretas na África e do nosso próprio país, imaginem qta gente não morre no conflito por terras no Brasil?

Assisti na Paulista, no cinema Gemini, perto da Brigadeiro, 10 conto a inteira.

Confesso q tenho alguns preconceitos sim! A maioria q estava lá parecia ser "boy" (não vi um preto), não q a classe média não deveria assistir, mas nós temos q nos "armar" com esse conhecimento.
Esse filme está na lista do Becos, mais uma bomba!!!!!!!

sábado, outubro 01, 2005

Povo-propaganda (Laerte)


Esta é uma charge do Laerte.

Dica - Você sabia?

Sabemos que o Google é o maior sítio de busca da internet. Tudo o que você quer saber é só digitar no espaço indicado e mandar buscar, e pronto, já temos em mãos textos, fotos, e, agora, imagens de satélites, inclusive da periferia de São Paulo.
Acessando o www.google.com/maps, e digitando no espaço para pesquisa "Sao Paulo", você terá imgens aéreas de sampa. Guiando-se nas fotos até a represa do guarapiranga, é posspivel se orientar e ver a região do Jardim Ângela. Através das fotos do satélite é possível encontrar sua casa, a rua, ou viela, onde você mora. Se tiver tempo, vale a pena dar uma "espiada".

quinta-feira, setembro 29, 2005

Resposta à carta da leitora.

Em primeiro lugar nós, do Becos e Vielas, queremos agradecer a carta enviada por nossa leitora. É muito bom saber que nosso jornal está repercutindo, e que as pessoas estão atentas ao que estamos escrevendo e, melhor ainda, têm se manifestado. Esse é um dos nossos objetivos: levantar discussões e soluções para os problemas da periferia. E sabemos que para isso, temos, acima de tudo, de respeitar todas as diferenças e tipos de manifestações que surgem em nosso meio. Inclusive respeitar os "manos" do rap com suas letras de protesto
Quanto a suposição da leitora de que na matéria da Fabiana houve uma "ferroada petista", não podemos concordar. Primeiro porque no jornal não temos ninguém que tenha algum tipo de filiação ao PT; segundo porque não servimos como meio de propaganda política. O que a autora quis deixar evidente em seu texto foi sua indignação com o prefeito José Serra por, até agora, não ter feito o prometido.
Quanto ao fato do prefeito não gostar de pobre, é verdade que José Serra nunca externou esse sentimento, mesmo porque isso seria uma péssima estratégia e significaria a “morte política” para o prefeito. Mas o que levou o Becos e Vielas a comparar o personagem Caco Antibes com o Serra foram as ações políticas tomadas pelo governo municipal durante esses 9 meses. Como ela mesma cita no texto, e que é necessário repetir: o corte no fornecimento de 100 dos 300 remédios que eram distribuídos nos postos de saúde da cidade e o veto do prefeito para o projeto de lei para a concessão de passes de ônibus gratuitos para desempregados.Eu, que assim como a leitora ajudei a eleger o atual prefeito – e por isso enfrentei diversos debates com meus amigos – confesso que fiquei, e estou, desapontado com algumas medidas adotadas pela prefeitura. Portanto, não cabe a alegação de que somos um bando petistas que fazem mera oposição reacionária a prefeitura.

Enfim, queremos, mais uma vez, agradecer a carta que nos foi enviada.

Culturalmentebrincando

Não percam domingo dia 16/10/2005 Das 10:00 às 17:00 h

Apresentações de: Grupo de capoeira,Elite break (dança de rua), poesias,Pintura Facial,Aloone (graffit)Cine, exposição de fanzine, origami,Material sobre a Cultura hip-hop e performance do Dj bettinho.
Local: escola Maria Jannuzzi mascari Estrada de Itapecerica nº 9.950 parque Fernanda.
Realização: projeto seja criativo
Apoio cultural: programa escola da família, Defronte zine e porão Studio
Convide todos seus amigos, parentes, vizinhos para esse grande evento de graça é só chegar e conferir musica, cultura e muita informação tudo junto em um unico dia - Entrada franca

quarta-feira, setembro 28, 2005


Novo livro do escritor Alessandro Buzo

PANELAFRO DA CASA DE CULTURA



O grupo Espírito de Zumbi convida toda comunidade para o Panelafro que acontece toda última sexta do mês na Casa de Cultura. Onde o objetivo é promover, difundir, cultivar e preservar a Cultura Afro-brasileira.

Samba de roda, maracatu, ciranda, samba de côco, bumba m´boi, capoeira, cangira, jexá, samba reggae...
Enfim muita música, dança... Sem esquecer que é servido um prato típico da cozinha Afro! E O MELHOR, É TUDO DE GRAÇA!!

Local: Casa de Cultura de M’ Boi Mirim Av. Inácio Dias da Silva, S/ Nº - Piraporinha
Tel.5514-3408 É só chegar...
Quem quiser conhecer o trabalho do grupo acesse: www.ezumbi.org.br

Thais Priscila

segunda-feira, setembro 26, 2005

TÁ AFIM DE UM EXEMPLAR DO NOSSO TRAMPO? ENTÃO LIGUE PARA 5831 5954 E FALE COM A JULIANA (à tarde)